ADDX - Idéias + Resultados
Rede dos Conselhos de Medicina
Selecione o Conselho que deseja acessar:
Conselho Regional de Medicina de Minas Gerais
Menu de acesso rápido:
Onde você está
Mídia | Jornal do CRMMG | Jornal ON-LINE

Saúde na Imprensa


09/07/2019 – 12:44  —  Fonte: SECRETARIA DE SAÚDE MG

Informe Epidemiológico da Gripe 08/07/2019


 

 

Em Minas Gerais, até o momento (8/7), foram notificados 2.106 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG hospitalizado), sendo que 404 com amostras já processadas.

 

Do total de casos notificados com amostras já processadas, 164 foram confirmados por SRAG por Influenza e 241 casos para outros vírus respiratórios do total de casos com investigação laboratorial. Há outros 05 casos de Influenza confirmados por vínculos epidemiológicos, somando, portanto, 169 casos da doença.

 

Dos 169 casos confirmados em Minas, dois casos foram diagnosticados em residentes de outros estados. Estes casos foram contabilizados como confirmados, mas por se tratar de residentes de outros estados eles não foram incluídos na tabela por municípios.

 

Dos casos confirmados por influenza, predominou com 96,4% o Influenza A (163/169), precedido da ocorrência da Influenza B com 0,6% (1/169) e com 3% (5/169) Influenza não tipada. Entre os vírus A, o subtipo identificado com 85,9% foi o influenza A (H1N1)pdm09 (140/163), 6,7% são de influenza A/H3 (11/163), 0.6% são de influenza A não subtipado (1/163) e 6,7% são de influenza A não subtipável (11/163).

 

Já em relação aos óbitos, até o momento, foram notificados 207 óbitos por SRAG sendo 23,7% (49/207) destas mortes com associação a vírus respiratórios. Das 49 mortes por vírus respiratórios, 15 (30,6%) estão associadas a outros vírus respiratórios e 34 (69,4%) foram ocasionadas pela influenza. Entres os óbitos por influenza 5,9% (2/34) não se identificou o tipo e 94,1% (32/34) identificou-se a gripe do tipo A. Dos óbitos pelo tipo A, 87,5% (28/32) foram associadas ao A(H1N1)pdm09, 9,4% (3/32) pelo Influenza A não subtipável, 3,1% (1/32) foram por influenza A/H3.

 

Os municípios que registram óbitos de SRAG por influenza foram Belo Horizonte (9), Joao Monlevade (2), Juiz de Fora (2), Minduri (2), Pedralva (2), Uberlândia (2), Além Paraíba (1), Andrelândia (1), Campo Belo (1), Conselheiro Lafaiete (1), Frutal (1), Itaúna (1), João Pinheiro (1), Lagoa Santa (1), Leopoldina (1), Mariana (1), Prata (1), Sabará (1), Santa Rita de Jacutinga (1), Santo Antônio do Aventureiro (1) e Timóteo (1).

 

Resumindo: em 2019, foram confirmados, até o momento (8/7), 169 casos de Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG) causados pelo vírus da Influenza (164 amostras processadas e 05 por vínculo epidemiológico). Desses casos, 34 evoluíram para o óbito, desses óbitos por influenza 5,8% (2/34) não se identificou o tipo e 94,1% (32/34) identificou-se a gripe do tipo A. Dos óbitos pelo tipo A, 87,5% (28/32) foram associadas ao A(H1N1)pdm09, 9,3% (3/32) pelo Influenza A não subtipável, 301% (1/32) foram por influenza A/H3.

 

» Clique aqui e acesse o Informe Epidemiológico da Gripe (atualizado em 08/07/2019).

Dúvidas frequentes e outras informações sobre cuidados e prevenção da gripe estão disponíveis no site: www.saude.mg.gov.br/gripe

Por Jornalismo SES

 

Notícia adicionada por: Edson Braz
Visualizações: 53


Rua dos Timbiras, 1200, Boa Viagem
Belo Horizonte/MG — 30140–064
Horário de atendimento: 09:00h às 18:00h
Geral: (31) 3248–7700
FALE CONOSCO
Delegacias Regionais: